Empreenda, porém com inteligência emocional

A inteligência emocional é a capacidade de entender e gerir as nossas emoções e compreender as emoções das outras pessoas

A inteligência emocional é a capacidade de entender e gerir as nossas emoções e compreender as emoções das outras pessoas. Esta habilidade significa que aprendemos a nos motivar e a usar as emoções a nosso favor para superar o medo típico que invade os empreendedores.

Esta habilidade serve para obter um melhor controle das emoções e das relações, o que permite uma produtividade maior. Existem algumas características que são imprescindíveis para a inteligência emocional dos empreendedores. Por exemplo, a confiança, o que é o mesmo que tentar gerar a sensação de controlar o negócio, de domínio diante do sucesso dos produtos e serviços que oferecem no mercado e transmiti-lo à equipe de trabalho e aos clientes o tempo todo.

O líder empresarial deve criar um sentimento constante de curiosidade e de aprendizagem, o que provoca felicidade e satisfação de poder ajudar. Não vale somente tentar, devemos mostrar ao mundo que estamos dando tudo. Isso provocará o sentimento de sermos competentes, espertos e eficazes.

Para evitar a desordem e a confusão, é importante que predomine o autocontrole e exista clareza do cumprimento dos processos e legalidades. Elimine a ira, o aborrecimento, a raiva e toda a emoção negativa.

Outra característica para fomentar a inteligência emocional é manter uma relação ideal entre o empreendedor e um investidor ou cliente. Com base na compreensão e empatia, isso ajudará a formar vínculos mais pessoais e de longo prazo, mas sempre com o respeito que o negócio merece.

Além disso, uma boa comunicação gera confiança e os relacionamentos ficam cada vez mais próximos, gerando fidelidade de clientes ou investidores. Finalmente, não se esqueça da cooperação. A assistência entre empresário, clientes e funcionários é a chave para ser bem sucedido.

Deixe uma resposta